sexta-feira, 29 de abril de 2011

Consema aprova Plano de Manejo do Parque Estadual Xixová-Japuí


xixova
O Conselho Estadual do Meio Ambiente, Consema, aprovou, por 32 votos favoráveis, um contrário e uma abstenção, o Plano de Manejo do Parque Estadual Xixová-Japuí, localizado nos municípios de São Vicente e Praia Grande. E evento coincidiu com o 28º aniversário do Consema.
O Parque foi criado em 1993 em área terrestre e marinha. O local possui grande importância ambiental, já que contém 457 espécies de vegetais - sendo 13 ameaçadas de extinção - e 319 espécies de animais vertebrados. Em sua fauna, são encontrados botos e meros (espécie de peixe ameaçada). Apesar da biodiversidade local, apenas 8,5% do Parque pode ser caracterizado como zona primitiva, ou seja, de mata totalmente preservada.
Para minimizar os impactos, o Plano de Manejo regulamenta zona de amortecimento. O objetivo é evitar que atividades potencialmente poluidoras - como a portuária e as do Pólo de Cubatão - prejudiquem a biodiversidade do Parque. Nessas áreas, haverá certas restrições a atividades econômicas, como a pesca industrial e o arrasto de parelha.
“Foi fixada área no entorno da Unidade de Conservação como zona de amortecimento”, diz Jaques Lamac, ex-membro do Consema, que fez apresentação sobre o assunto aos atuais conselheiros. Já o gestor doParque, Joaquim de Marco Neto, ressaltou que a elaboração do plano foi aberto ao público com “intensa participação das prefeituras de São Vicente e Praia Grande, da Universidade Estadual Paulista (Unesp) e da Agência Metropolitana da Baixada Santista (Agem)”.
Além da aprovação do Plano de manejo, o Conselho também aprovou, por unanimidade, o nome do sociólogo e ex-professor da Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas, Sido Otto Koprowski, como indicado do Consema para ser o novo ouvidor da Secretaria. “Espero atender a sociedade com presteza e fazer sugestões ambientais positivas nesta Secretaria”, afirm;
O vereador do PSDB, Macedo, ressaltou que são 18 anos de existência do parque e 14 anos em busca da aprovação deste plano “Quando soube dessa demora e da pautação para o dia 26, imediatamente solicitei ao Deputado Bruno Covas que alem de Secretario, também preside o Conselho Estadual do Meio Ambiente, para uma mobilização entre os conselhos mostrando a importância da aprovação deste plano de manejo”. “O controle e normas ambientais são muito importantes para uma área muito rica em que estamos”, completou.
Com a aprovação do plano de manejo, e consequentemente com uma maior fiscalização, a população será a grande beneficiada. Isso porque além de veio o meio-ambiente preservado e recuperado, já que a parte devastada do parque será restaurada, o local poderá ser usado de forma organizada para passeios com monitores e pesquisas.


Nenhum comentário: