sábado, 21 de maio de 2011

São Vicente vai lançar amanhã (22/05) a primeira escola pública de SUP e Canoa Havaiana do país


O projeto fornecerá gratuitamente as aulas e toda a estrutura necessária

Foto: Pranchagrande News
Cidade que tem alguns dos espaços mais privilegiados para a prática de esportes de remada no litoral paulista, São Vicente, lança no próximo dia 22 de maio a primeira escola pública do Brasil para as modalidades Stand Up Paddle e Canoa Havaiana.
O projeto, que fornecerá gratuitamente as aulas e toda a estrutura necessária, é uma iniciativa da Secretaria de Esportes e Lazer do município em parceria com a Associação Desportiva Surf Vicentino e a Associação Vicentina de Canoagem.
Para Mad William, presidente da Associação Desportiva Surf Vicentino, o objetivo é difundir essas modalidades que possuem grande potencial para estimular a qualidade de vida da população. “Felizmente, o poder público e os empresários reconhecem isso e incentivam a concretização desse potencial”, relata o dirigente, lembrando que foi o Projeto Rema Verão, que deu aulas gratuitas no início do ano, no canto da lha Porchat, que motivou a criação das escolinhas.
A unidade vai funcionar na praia do Gonzaguinha, ao lado do píer do Careca, das 8h às 10h e das 14h às 16h, nas segundas, quartas e sextas para as aulas de canoa havaiana e terças e quintas para aulas de stand up paddle. Matrículas poderão ser feitas no local a partir do dia 23 de maio.
Encontro lançará circuito de SUP race

Para marcar a ocasião, praticantes das duas modalidades vão se reunir no local, onde também será lançado o New Advance SUP Race, primeiro circuito específico para de SUP Race, nas categorias race até 12’6” e SUP Surf race até 10’6”, na região. 
O evento terá três etapas, todas em São Vicente, em locais próximos à Mata Atlântica para valorizar os espaços naturais e proporcionar aos atletas visuais diferenciados durante as competições.
Segundo Flávio Prudêncio, presidente da Associação Vicentina de Canoagem, o objetivo é estimular o desenvolvimento do esporte. “Por isso cada etapa terá diferentes distâncias e percursos”, explica Prudêncio, que será o diretor de prova.
Durante o encontro, os instrutores estarão à disposição para quem quiser experimentar as modalidades. Para mais informações, envie e-mail para madwilliam@terra.com.br ou ligue (13) 3013-5023.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Mauri Amaro vence a Open no 1° Nativa Itaquitanduva de Surf

O 1° Festival Nativa Itaquitanduva de Surf foi realizado na praia que leva o mesmo nome, em São Vicente, São Paulo, no último domingo (15/5), e foi um sucesso. Com ondas de um metro, sol e ótimo público, os surfistas dominaram as ondas com manobras fortes e precisas.

O vencedor da categoria Open, Mauri Amaro, aumentou seu quiver com uma prancha novinha da Wall Water. Na categoria Júnior o vencedor foi Marcos Correia, e, na Local, quem subiu no topo do pódio foi Renato Cristiano. Na feminina Bia Fernandes levou a melhor.
Durante o evento também ocorreu uma ação de conscientização ambiental realizada pela Fundação Florestal, que trabalha na preservação do Parque Estadual Xixová-Japuí. “O evento com a presença dos monitores e do guarda do Parque é muito importante porque possibilita uma interação com a comunidade local. Só temos a agradecer”, explicou o presidente da ASVS Daniks Fischer, que atuou juntamente com vice presidente da Associação, Lucinei Mallas, como juízes do campeonato.

O 1° Festival Nativa Itaquitanduva de Surf agora faz parte do calendário da ASVS, que homologou a competição. A organização do torneio foi feita por Fábio Porto e Juliano Costa, que ao final do evento agradeceram a colaboração de todos os patrocinadores e o apoio da comunidade do bairro.

Resultados

Categoria Open 


1° Mauri Amaro 
2° Wllian Rocha 
3° João Miranda 
4° Fernando Costa 
5° Vitor Silva 
6° Mario Inacio 

Categoria Local 

1° Renato Cristiano 
2° Douglas Sales
3° Felipe Santos 
4° Jamil Souza
5° Fabio Costa 
6° Fernando Costa 

Categoria Junior

1° Marcos Correia
2° Mauri Amaro
3° Rauni dos Santos 
4° Julio Cezar 
5° Lucas Ramires 
6° Derik Alves 

Categoria Feminino

1° Bia Fernandes
2° Paula Alvares
3° Marina Bittar 
4° Marina Santochi

Confira no site mais fotos do eventos

Associação São Vicente de Surf
asvsassessoria@gmail.com 

terça-feira, 17 de maio de 2011

Fase municipal do projeto Mapa Cultural começa nesta terça (17/5)


Grupos de São Vicente vão se apresentar no Centro Cultural da Imagem e do Som e no Centro de Convenções. Evento segue até 17 de junho 


A partir desta terça-feira (17/05) mais um evento de incentivo aos grupos culturais de São Vicente será realizado na Cidade. É o Mapa Cultural (fase municipal), um caça-talentos para os artistas vicentinos. O evento visa escolher o melhor grupo para representar o Município dentro das artes visuais, literatura, teatro, música instrumental e dança. As apresentações vão até 17 de junho. 

As crianças da Associação Galpão Cultural Kid’s Advance vão abrir o Mapa Cultural de São Vicente com três coreografias: “Sonho Roubado”, “De volta aos anos 60” e “Era de aquário” nesta terça-feira (17/05). 

Na fase Municipal, as apresentações serão no Centro Cultural da Imagem e do Som, que fica na Praça 22 de Janeiro, s/nº - Centro, (artes visuais, literatura, teatro e música instrumental) e os espetáculos de dança no Centro de Convenções (Avenida Capitão Luiz Pimenta, 811 – Parque Bitaru). Os trabalhos serão avaliados pelos artistas de cada área, o corpo de jurados é composto por três júris (dois da Região e um de fora) que vão decidir entre três equipes selecionadas de cada modalidade. O encerramento será no Centro de Convenções com a entrega de certificados para os selecionados às 18 horas.

Evento 



O projeto acontece a cada dois anos e tem três fases: Municipal, Regional e Estadual. A fase Regional será em agosto ou setembro com datas e locais a definir, já a Estadual no primeiro semestre de 2012. As duas primeiras etapas não possuem premiação, só os grupos que chegarem na Estadual ganham um incentivo de R$ 1.200,00. Além de decidir os ganhadores de cada categoria, alguns grupos definidos pelos secretários de cultura, vão poder usar o evento como vitrine para seus trabalhos. 

Confira abaixo as apresentações e datas: 

17 de maio 
Artes Visuais (fotografia, desenhos e artes plásticas) 
Horário: 19 horas
Local: Centro Cultural da Imagem e do Som (Praça 22 de Janeiro – Centro) 
Abertura: Associação Galpão Cultural Kid’s Advance 
1ª coreografia: Sonho Roubado
Modalidade: Afrojazz
Coreógrafa: Dany Gonçalves

2ª coreografia: De volta aos anos 60
Coreógrafa: Dany Gonçalves
Movimentos de dança da década de 60

3ª coreografia: Era de aquário
Coreógrafa: Dany Gonçalves

28 de maio 
Literatura (poesia, crônica e conto) 
Horário: 15 horas 
Local: Centro Cultural da Imagem e do Som

29 de maio
Teatro (Grupos de São Vicente) 
Horário: 16 horas
Local: Centro Cultural da Imagem e do Som

12 de junho
Música Instrumental
Horário: 15 horas
Local: Centro Cultural da Imagem e do Som

17 de junho
Dança
Horário: 19 horas
Local: Centro de Convenções Costa da Mata Atlântica (Avenida Capitão Luiz Pimenta, 811 – Parque Bitaru)
 

24 de junho 
Encerramento e entrega de certificados para os classificados
Horário: 18 horas
Local: Centro de Convenções Costa da Mata Atlântica



Prefeitura de São Vicente concede desconto no IPTU para construções ecológicas


De A Tribuna On-line


Quem adotar medidas sustentáveis na hora de construir ou reforma um imóvel em São Vicente, poderá ter desconto no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). É o que prevê o Programa IPTU Verde, lançado pela Prefeitura de São Vicente. O desconto já pode ser obtido a partir do próximo ano.

O IPTU Verde vai beneficiar proprietários de imóveis residenciais ou não, que utilizarem materiais como tijolo ecológico e telhado verde ou implantarem ações como a separação de lixo domiciliar, o plantio de árvores na calçada de casa, utilização de fontes de energia renováveis, como a solar, reuso da água, entre outros. 

Veja no gráfico como é uma Casa Ecológica


Foto: http://www.planetaorganico.com.br

As inscrições para o programa terminam no dia 30 de julho. Para se cadastrar no programa é necessário procurar a Secretaria de Meio Ambiente (Semam), que fica na Rua José Bonifácio, 404, 4º andar – Centro. 

O contribuinte deverá estar com os pagamentos de impostos em dia, ou adimplente, em casos de parcelamento do IPTU. Outro requisito para receber o benefício é ter o imóvel ligado à rede de esgoto. 

De acordo com a Lei nº 634, o benefício tributário consiste em reduções na alíquota que podem chegar a até 0,3%. Com o incentivo, o secretário de Meio Ambiente, Alfredo Moura, espera que a população de São Vicente sinta-se estimulada a aderir à legislação na hora de planejar a construção ou mesmo reformar o imóvel. “Medidas que agregam sustentabilidade e construção civil estão crescendo e ganhado espaço no País. Com o IPTU Verde, São Vicente segue essa mesma tendência”. 

A Semam vai realizar vistoria no local e analisar se as ações estão de acordo com Lei. Após análise técnica, o secretário de Meio Ambiente elaborará um parecer conclusivo sobre a concessão do benefício. Sendo favorável o parecer, o pedido será encaminhado à Secretaria da Fazendo (Sefaz) para providências. 


Veja aqui a Tabela IPTU Verde


Como será aplicado o benefício 



O valor de um IPTU é calculado a partir da multiplicação entre o valor venal de um imóvel e a alíquota. Supondo que o venal de um imóvel seja de R$100 mil e o valor da alíquota de 1,3%, logo, o valor do IPTU será de R$1.300,00. Se o proprietário aderir ao IPTU Verde e as medidas adotadas forem correspondentes a 0,3% na somatória das reduções de alíquota, essa cai de 1,3% para 1%. Com a alíquota reduzida, o valor do IPTU passa a ser de R$1.000,00, ou seja, economia de R$ 300,00. 

segunda-feira, 16 de maio de 2011

São Vicente lança Passaporte Turístico nesta Terça-feira (17/05/2011)


De A Tribuna On-line

Iniciativa tem o intuito de divulgar as atrações da Cidade em conjunto com o comércio da região. Na ocasião, será inaugurado também o Foyer do Centro de Convenções.

Créditos: Paulo Freitas/Arquivo

A Secretaria de Turismo de São Vicente (Setur) lança nesta terça-feira, às 9 horas, o Passaporte Turístico, que servirá como instrumento de divulgação das atrações da Cidade. O passaporte foi desenvolvido em parceria com estabelecimentos comerciais da Cidade.

A solenidade acontece no Centro de Convenções da Mata Atlântica (Avenida Capitão Luiz Pimenta, 811 – Parque Bitaru).

Ao visitar esses locais o turista recebe um carimbo, e com a obtenção de três vistos, terá direito a um souvenir, que poderá ser retirado no Parque Cultural Vila de São Vicente (Praça João Pessoa, s/nº - Centro). A princípio, 5 mil passaportes serão distribuídos a turistas.

A Setur inaugura também o Foyer do Centro de Convenções. O espaço funciona como uma sala de recepção, servindo de acesso direto ao auditório.

A reforma foi feita com recurso do Ministério do Turismo, liberados por meio de gestão do deputado federal Márcio França (PSB), no total de R$ 317.437,50.

A Setur tem o intuito preparar o Centro de Convenções para receber grandes eventos, e colocar São Vicente na rota dos encontros de negócio.

Segundo o secretário de Turismo, Brito Coelho, essas mudanças representam a preparação para o futuro. “Isso ocorre porque as transformações previstas na economia da região com a produção do pré-sal e a expansão do Porto de Santos indicam uma mudança no perfil do turista que vem para a Baixada Santista. 

Esse novo cenário irá atrair turistas de negócios, não só de veraneio, característicos da região. Uma das vantagens dessa mudança é a presença de turistas também na baixa temporada”.

Essas ações já apresentaram resultados positivos, como o 55º Congresso Estadual de Municípios sediado no local. O evento atraiu seis mil pessoas, no mês de abril, movimentando hotéis e restaurantes de São Vicente e região.