sábado, 28 de abril de 2012

Show do Seu Jorge agora no Clube Portuários em Santos




- Postado direto do local do evento

quinta-feira, 26 de abril de 2012

São Vicente realizará Litoral Sul Dance Festival

Evento conta com cerca de mil participantes, realiza cursos e competições, e recebe a presença de artistas internacionais


        Neste mês de maio, São Vicente será “invadida” pela dança. O Litoral Sul Dance Festival, evento que será realizado anualmente no litoral paulista, escolheu o Município para sua estreia. O festival conta com várias modalidades de dança e será realizado de 4 a 6 de maio, no Centro de Convenções de São Vicente (Avenida Capitão Luiz Pimenta, 811 - Parque Bitaru). Os ingressos para quem quiser assistir pode ser retirado no dia do evento, no mesmo local, pelo preço de R$ 5,00.

        Na ocasião haverá uma mostra competitiva, com batalhas artísticas de diversos tipos de dança, e premiações especiais para o vencedor de cada categoria. Os três primeiros lugares de cada modalidade e de cada categoria serão contemplados com troféus personalizados para melhor grupo, melhor coreografia e melhor bailarino. Cada vencedor das categorias receberá, ainda, prêmios em dinheiro no valor de R$ 500,00. A indicação é feita pelos jurados, em consenso, entre todas as categorias competidoras do Litoral Sul Dance Festival 2012.

        Os vencedores das batalhas Street Dance – modalidades Hip Hop Dance e Breaking – recebem troféus personalizados (1º, 2º e 3º lugares) e prêmios em dinheiro no valor de R$ 300,00 cada. O vencedor da modalidade Breaking fica automaticamente classificado para o Battle of the year Brazil (BOTY Brazil) 2012, com suas inscrições pagas.

        Artistas internacionais de Breaking farão parte da mesa de jurados para o BOTY Brazil, cujo campeão da etapa continental recebe o título de melhor Crew (grupo) da América Latina e embarca com todas as despesas pagas para a grande final mundial, que acontece em novembro desse ano, na França.

        Além disso, o evento promoverá cursos de dança de salão, krump, dança de rua, ballet clássico, jazz dance e contemporâneo. Cada grupo participante do evento receberá um certificado de participação, entregue na recepção.

        O evento visa a consolidar-se como um espaço de intensa troca cultural e interação entre coreógrafos, bailarinos, professores, jurados de mais de 50 grupos e quase mil participantes de companhias de dança de todo o Brasil.

        A missão do Litoral Sul Dance Festival é priorizar o intercâmbio entre estudantes e profissionais de dança, possibilitando uma ampla discussão de temas ligados às danças, estimulando o aperfeiçoamento técnico dos participantes. Faz parte do planejamento, também, auxiliar a formação de novos bailarinos, revelando talentos e promovendo a dança como incentivo da arte entre jovens e artistas.

       O festival é uma realização da Circuito Policultural em parceria com os grupos Eclipse Cultura e Arte, de Campinas; D & D Produções (Grupo Criarte e Grupo Fator), ambos de São Vicente. O apoio logístico é da Prefeitura de São Vicente por meio da Secretaria da Cultura (Secult).



Confira a abaixo a programação completa:


Sexta, 4 de maio 19 horas

Noite de Abertura - Street Dance High com Eclipse Cultura & Arte, Criarte Cia. de Dança MOSTRA COMPETITIVA


Sábado, 5 de maio

• 9 às 15 horas - Reconhecimento de Palco 

• 18 às 21 horas - Mostra Competitiva

• Abertura – Grupo convidado: FATOR DANÇA DE RUA A3 Hip-Hop – São Vicente

• Ballet Infantil do Centro Comunitário "São Judas Tadeu" – Santos

• Studio de Dança Patrícia Lopes – São Paulo

• Cia de Dança - Projeto Jepom – São Vicente

• CER Parque São Vicente II – São Vicente

• Cia. de Dança Arerê Geral – Itanhaém

• Cia. de Dança Atmosfera – São Vicente

• +Uma Cia de Dança – São Paulo

• Grupo Fadas Negras – Leme

• Grupo Ative Dance – São Paulo

• Cia. Anjos das Ruas – Catanduva Cia de Dança 7&8 – Osasco

• Maicon Jefferson e Giovanna Sartori – Campinas

• Cia. Cadança – Osasco

• Giorgia Santonocito e Anne Karoline – Boituva

• Companhia Ivi Ribeiro Flamenco – Santos

• Mauricio Marin – Santos

• Ballerine Cia de Dança Unimes / Grupo La Rosa 3ª idade – Santos

• Ballerine Cia de Dança Unimes / Physical Planet Fefis – Santos

• 21h15 - Apresentação Penka Cangarova & Thiago Oliveira • 21h30 – Premiação


Domingo, 6 de maio

• 14 horas – Batalhas Hip Hop Dance/Breaking (seletiva Battle Brasil)

• 15h30 – Premiação


CURSOS

Sábado, 5 de maio Danças de Salão, Krump e Popping (Street Dance)

Domingo, 6 de maio Ballet Clássico, Jazz Dance e Contemporâneo.


AS MODALIDADES:


a) Ballet Clássico de Repertório - total fidelidade à obra.

b) Ballet Clássico Livre - coreografias criadas e/ou remontadas que não pertençam à repertório.

c) Moderno e Neoclássico - que adotem técnicas das escolas modernas, neoclássicas e seus pioneiros.

d) Contemporâneo - todas as formas de dança que adotem conceitos da pós-modernidade.

e) Livre - que englobem vários estilos e não se enquadrem em nenhuma modalidade.

f) Jazz Dance - estruturadas na técnica jazz dance.

g) Sapateado - baseado na técnica do sapateado em todos os seus estilos.

h) Street Dance - trabalho originário dos movimentos de rua, variantes do break, funk e hip-hop.

i) Dança Gospel - valores bíblicos direcionam o figurino, os temas coreografados e/ou até a forma de dançar, mas as técnicas são as mesmas de cada modalidade. Só é julgada em separado.

j) Danças Árabes - técnicas específicas de dança dos países Árabes.

k) Dança Social - fundamentada nos estilos e técnicas das danças de salão.

l) Caráter - fidelidade e técnica ao estilo étnico ou folclórico proposto de uma determinada região ou país.


Maiores informações no site do evento. http://www.rcol.info/svdf/index1.htm


segunda-feira, 23 de abril de 2012

Hoje é a Data de comemoração do Santo Guerreiro - São Jorge

É o santo padroeiro em diversas partes do mundo: Inglaterra, Portugal, Geórgia, Catalunha, Lituânia, da cidade de Moscou e, extra-oficialmente, da cidade do Rio de Janeiro (título oficialmente atribuído a São Sebastião), além de ser padroeiro dos escoteiros, do Sport.Clube Corinthians Paulista e da Cavalaria do Exército Brasileiro, e também do cantor e compositor Zeca Pagodinho, que tem em sua casa uma imagem do Santo.
Estátua de São Jorge, presente de um amigo, no Sítio de Zeca Pagodinho, em Xerém/RJ
Foto: Lu Lacerda
Há uma tradição que aponta o ano 303 como ano da sua morte. Apesar de sua história se basear em documentos lendários e apócrifos (decreto gelasiano do século VI), a devoção a São Jorge se espalhou por todo o mundo. A devoção a São Jorge pode ter também suas origens na mitologia nórdica, pela figura de Sigurd, o caçador de dragões, e que foi sincretizado pela tradição cristã como São Jorge, como forma de combater o paganismo.

Nascido na antiga Capadócia, em torno do século III D.C., região que atualmente pertence à Turquia, quando Diocleciano era imperador de Roma, havia nos domínios do seu vasto Império o jovem soldado chamado Jorge. Filho de pais cristãos, Jorge aprendeu desde a sua infância a temer a Deus e a crer em Jesus como seu salvador pessoal.

Jorge mudou-se para a Palestina com sua mãe após a morte de seu pai. Lá foi promovido a capitão do exército romano devido a sua dedicação e habilidade - qualidades que levaram o imperador a lhe conferir o título de conde. Com a idade de 23 anos passou a residir na corte imperial em Roma, exercendo altas funções.

Por essa época, o imperador Diocleciano tinha planos de matar todos os cristãos. No dia marcado para o senado confirmar o decreto imperial, Jorge levantou-se no meio da reunião declarando-se espantado com aquela decisão, e afirmou que os os ídolos adorados nos templos pagãos eram falsos deuses.

http://magiadailha.blogspot.com.br/
Todos ficaram atônitos ao ouvirem estas palavras de um membro da suprema corte romana, defendendo com grande ousadia a fé em Jesus Cristo como Senhor e salvador dos homens. Indagado por um cônsul sobre a origem desta ousadia, Jorge prontamente respondeu-lhe que era por causa da VERDADE. O tal cônsul, não satisfeito, quis saber: "O QUE É A VERDADE ?". Jorge respondeu: "A verdade é meu Senhor Jesus Cristo, a quem vós perseguis, e eu sou servo de meu redentor Jesus Cristo, e nele confiado me pus no meio de vós para dar testemunho da verdade."

Como São Jorge mantinha-se fiel a Jesus, o Imperador tentou fazê-lo desistir da fé torturando-o de vários modos. E, após cada tortura, era levado perante o imperador, que lhe perguntava se renegaria a Jesus para adorar os ídolos. Jorge sempre respondia: "Não, imperador ! Eu sou servo de um Deus vivo ! Somente a Ele eu temerei e adorarei".

E Deus, verdadeiramente, honrou a fé de seu servo Jorge, de modo que muitas pessoas passaram a crer e confiar em Jesus por intermédio da pregação daquele jovem soldado romano.

Finalmente, Diocleciano, não tendo êxito em seu plano macabro, mandou degolar o jovem e fiel servo de Jesus no dia 23 de abril de 303.

A devoção a São Jorge rapidamente tornou-se popular. Seu culto se espalhou pelo Oriente e, por ocasião das Cruzadas, teve grande penetração no Ocidente.

Verdadeiro guerreiro da fé, São Jorge venceu contra Satanás terríveis batalhas, por isso sua imagem mais conhecida é dele montado num cavalo branco, vencendo um grande dragão. Com seu testemunho, este grande santo nos convida a seguirmos Jesus sem renunciar o bom combate.